F1 – Williams admite culpa em mudança chave da equipe

Claire Williams

Claire Williams admitiu que foi responsável por uma mudança na estrutura da Williams que resultou na crise de 2019 da equipe.

Ela disse que durante as “quatro boas temporadas” da Williams, incluindo o terceiro lugar no campeonato de construtores em 2014 e 2015, ela fez a mudança.

“Para preservar nossos resultados e até mesmo progredir, mudamos algo na estrutura interna e acabou sendo um erro”, disse ela à Auto Hebdo, da França.

“Foi minha iniciativa e admito minha culpa”.

O resultado é claro para ver em 2019, com Robert Kubica dizendo que na Austrália e no Bahrain, ele é pouco mais que um “passageiro” no carro com motor Mercedes.

Williams disse: “Acredite em mim, não estamos escondendo nossas cabeças na areia. Sabemos onde estamos e o que precisamos para vencer. Mas é um longo processo”.

De fato, não é apenas uma crise de desempenho na Williams, mas cultural.

“Estamos tentando produzir de forma independente o maior número possível de peças, e temos 620 pessoas trabalhando para nós, o que é muito para a estrutura que temos”, disse Claire.

“Criar a Williams do futuro preservando nossa cultura é a tarefa que estamos enfrentando agora”.

Uma parte disso foi mandar Paddy Lowe embora, embora o altamente respeitado britânico tenha sido atraído para longe da Mercedes para levar Williams de volta ao topo.

“Eu não quero responder a essa pergunta no momento”, disse Williams. “É muito difícil para mim falar sobre o Paddy e seu papel nisso”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.