F1 – Verstappen teve 70% de culpa pela batida, diz Lauda

Max Verstappen e Daniel Ricciardo

Niki Lauda, presidente da equipe Mercedes, acredita que Max Verstappen teve 70% de culpa pelo acidente com Daniel Ricciardo que eliminou a Red Bull do GP do Azerbaijão de Fórmula 1.

Os companheiros de equipe abandonaram imediatamente depois que Ricciardo bateu na traseira de Verstappen na freada da curva 1; eles já haviam tido vários momentos de disputas roda a roda na corrida, inclusive com um toque.

A FIA advertiu ambos pelo incidente, e apesar de Lauda admitir que Ricciardo foi parcialmente culpado, ele sentiu que Verstappen foi mais responsável pela batida.

Ao ser questionado por Toto Wolff durante a conferência de imprensa pós corrida do chefe da Mercedes sobre o que faria se estivesse no comando da Red Bull, Lauda a princípio brincou: “Ir para casa e chorar!”

Ele então acrescentou: “Para mim, Verstappen teve 70% e Ricciardo 30% de culpa. Se você muda de direção o tempo todo, o que o pobre piloto que está atrás pode fazer? É uma coisa bastante simples”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.