F1 – Verstappen teria batido em Hamilton se não saísse da pista

Max Verstappen

Depois de se tocar com Lewis Hamilton e ter um furo de pneu na quarta volta do GP do México, Max Verstappen não teve a melhor das largadas na corrida onde venceu as duas edições anteriores, já que o holandês ficou frustrado com a sua tarde basicamente terminada lá.

Uma boa largada fez com que Verstappen pasasse Hamilton em direção à Curva 1, embora isto significasse que o britânico teria a linha interior para a segunda parte da chicane. No entanto, a Mercedes perdeu um pouco de controle, atravessou a pista e deixou Verstappen sem espaço, não deixando ao holandês outra opção senão a de enfrentar a área de escape.

“Fiz o melhor que pude (na corrida), depois de uma largada de merda”, disse o piloto de 22 anos ao Ziggo Sport. “A minha saída foi boa e o Lewis deu a volta por fora e muito fundo na Curva 2. Se eu tivesse me mantido ali, eu teria batido nele, então eu tinha que ir para a grama”.

Ele caiu para a oitava posição, atrás de Valtteri Bottas. Depois de quatro voltas, o piloto da Red Bull decidiu passar a Mercedes por dentro em direção ao estádio, onde ele fez uma manobra. Ele sofreu um furo de pneu, no entanto, o que o deixou lento por uma pista inteira antes de entrar nos boxes.

“Vou ter que olhar para trás para as imagens para ver o que deu errado. Isso me fez fazer uma volta completa com um furo”, lamentou o holandês.

“O pneu duro foi melhor do que o esperado, o que fez com que os rapazes da frente fizessem uma parada única, mas a minha parada foi muito longa, claro”, referindo-se à sua passagem de 66 voltas num pneu cuja vida útil é estimada em cerca de 50 voltas.

Verstappen terminou a corrida em sexto, logo atrás do companheiro de equipe Alexander Albon.

Clique AQUI para apostar no GP dos EUA

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.