F1 – Verstappen recebeu ordens para não ceder a posição

Max Verstappen

Max Verstappen

Christian Horner revelou que Max Verstappen não desafiou uma diretiva da equipe para dar passagem para Sebastian Vettel no GP do México, porque recebeu ordens para não ceder a posição em uma mensagem de rádio subsequente não transmitida ao público.

Verstappen estava em terceiro lugar nas voltas finais da corrida, quando foi alcançado por Vettel, que por sua vez teve Daniel Ricciardo se aproximando rapidamente.

Com Vettel colado atrás quando se aproximavam da zona de frenagem da curva 1, Verstappen bloqueou as rodas e saiu para a grama, retornando na curva 3 numa manobra muito semelhante a de Lewis Hamilton no início da corrida.

Com a Red Bull originalmente sugerindo a Verstappen que devia dar a posição, o holandês se manteve até o fim, irritando Vettel e o levando a soltar uma série de mensagens de rádio contra seu rival na pista e até mesmo o diretor de corrida da FIA Charlie Whiting.

Ironicamente, Vettel teve seu desejo atendido, quando Verstappen recebeu uma penalidade de cinco segundos e foi rebaixado para o quinto lugar.

No entanto, Horner foi em defesa de Verstappen, explicando que ele não desobedeceu uma ordem de equipe, porque recebeu uma contra ordem – que não foi transmitida – para segurar a posição quando uma mensagem do controle de corrida veio dizendo que ele estava sob investigação de qualquer maneira.

Além disso, Horner não acredita que Verstappen devia ter sido penalizado de maneira alguma já que Vettel não estava ao lado dele na curva e que Hamilton não foi punido por um erro anterior idêntico na corrida.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.