F1 – Verstappen é o grande tópico das conversas em Spa

Max Verstappen

A Fórmula 1 emergiu de seu marasmo de verão, mas o grande tópico das conversas em Spa-Francorchamps será um “garoto” de 16 anos que nem sequer tem habilitação para dirigir um carro de rua.

“Por morar na Bélgica, ele não pode começar as lições até cerca de seis meses antes de seu 18º aniversário”, declarou seu empresário Raymond Vermeulen ao jornal alemão Bild.

Ele está se referindo, é claro, a Max Verstappen, que foi contratado pela Toro Rosso para estrear no próximo ano e fazer história como o piloto mais jovem da história da Fórmula 1.

Porém, Verstappen não está preocupado, particularmente porque terminar entre os três primeiros na principal categoria da Fórmula 3 vai garantir que ele receba o documento mais importante – uma super licença.

“Acho que o maior passo que dei foi do kart para a Fórmula 3”, declarou ele à BBC nesta semana. “Creio que o passo da Fórmula 3 para a Fórmula 1 será menor. Os carros são realmente seguros. Acredito que é mais perigoso andar de bicicleta em uma cidade grande do que correr em um carro de Fórmula 1”.

Ele disse ao jornal holandês De Telegraaf: “O maior ajuste será a vida ao redor de tudo isso – a atenção, a agenda cheia, as viagens. Mas estou bastante tranquilo. Nunca fiquei nervoso ou ansioso, e não vou começar agora”.

Verstappen pode não estar preocupado, mas sua idade e inexperiência podem deixar alguns de seus rivais nervosos. “O que os pilotos experientes acham disso? Não pergunte, porque eles não vão gostar”, admitiu o comentarista Tony Jardine.

Verstappen afirmou: “São pilotos que conheço apenas da televisão, e meu pai inclusive correu contra alguns deles. Estou pensando em como será dizer a Fernando Alonso ‘você pode me dar licença, por favor?’ durante uma reunião dos pilotos, mas quando estou no carro, não tenho medo de ninguém”.

“Ter uma opinião a respeito de minha idade é um direito de todos. É claro que é benéfico ter mais experiência, mas você só consegue isso pilotando o carro. Na Red Bull e na Toro Rosso, haverá muitas pessoas para me ajudar”.

John Watson, outro comentarista e ex-piloto, concorda com Verstappen, já que os carros estão mais fáceis de pilotar e as condições de segurança nunca estiveram melhores. “O aspecto da idade não é mais tão importante quanto era na minha geração”, declarou ele ao Mirror. “Eles podem colocar garotos com talento nos simuladores e ajudar a tornar o lado técnico natural”.

Já na opinião de Gerhard Berger, Verstappen é um fora de série. “Sair do kart direto para a Fórmula 3 e andar imediatamente na frente é algo que nunca vi”, disse o austríaco à Auto Bild. “Max se destaca”.

Mas tudo isso não significa que a ascensão meteórica de Max ao topo do automobilismo não deixou seu pai Jos preocupado. “As últimas semanas pareceram irreais algumas vezes”, admitiu ele. “No meio das negociações, eu estava constantemente me perguntando ‘é a decisão certa? É cedo demais?'”

“É claro que falta experiência a ele, mas foi uma decisão bem pensada. O importante é que sou a pessoa que melhor conhece Max. Os outros precisam entender que ele é extremamente adaptável e aprende muito rápido. E a Fórmula 1 atual é diferente do que era 20 anos atrás, com todos os simuladores avançados, por exemplo”.

Pouco antes de a Red Bull assinar o contrato, Verstappen pilotou um carro muito mais potente da Fórmula Renault 3.5. “Ele andou rápido imediatamente”, afirmou Jos. “Também saberá como pilotar um carro de Fórmula 1. A Red Bull também é a referência quando se trata de preparar jovens talentos. Isso é especialmente válido no automobilismo”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.