F1 – Vergne revela que não tem “nenhuma ajuda” da Red Bull

Jean-Eric Vergne

Jean-Eric Vergne foi deixado sozinho para manter sua carreira no automobilismo viva.

Quando Daniil Kvyat foi contratado pela Toro Rosso, António Félix da Costa, que esperava ficar com a vaga, continuou tendo o apoio da Red Bull e foi colocado na DTM com a BMW. Agora, com Max Verstappen prestes a fazer sua estreia, Carlos Sainz Jr, líder da Renault World Series, ainda está sob os cuidados da Red Bull.

Vergne não. Com quase 25 anos de idade, ele está sendo considerado “velho demais” para a Red Bull.

“Engraçado, não é?” disse ele. “Agora fica claro que não precisamos de todas aquelas categorias antes de entrar na Fórmula 1 – sabemos que você pode saltar quase imediatamente do kart para a Fórmula 1. E é melhor começar no kart antes dos seis anos de idade”.

Se Vergne parece ligeiramente triste, pode ser porque ele está sendo completamente abandonado pela Red Bull.

“É verdade”, confirmou ele. “Não tenho empresários no momento, estou sozinho para buscar minhas opções. Sei que eu provavelmente deveria ter alguém, mas por enquanto estou 99 por cento sozinho. Assim são as coisas”.

Portanto, nas últimas corridas de 2014, Vergne não só terá de correr pela Toro Rosso, mas também andar pelo paddock buscando uma vaga em outra equipe para a próxima temporada.

“Há coisas que faço, mas não quero falar sobre isso”, confirmou ele. “Porém, não há nenhuma ajuda da Red Bull. Meu foco principal no momento é terminar a temporada em alta”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.