F1 – Sainz: Renault planeja reduzir diferença pouco a pouco

Carlos Sainz

Enquanto Carlos Sainz admite que Mercedes, Ferrari e Red Bull estão à frente, ele diz que cabe à Renault fechar a lacuna e o desafio pelo quarto lugar.

A Ferrari liderou as tabelas de tempos nos testes de pré-temporada, com a Red Bull e a Mercedes parecendo fortes. “A Mercedes parece muito rápida”, disse Sainz.

“Não há nada para se esconder aí – pareceu mais rápida e parece que eles colocaram o carro na pista um pouco como no ano passado e, como sempre, realmente, mas isso não é um segredo”, prosseguiu o espanhol.

“Sabemos que Mercedes, Red Bull e Ferrari estarão à frente e lutando pela vitória na Austrália. Essa não é nossa preocupação; nossa preocupação é estar mais perto deles e cortar essa lacuna pouco a pouco ao longo do ano”, explicou.

A Renault misturou-se no meio do pelotão com Haas e Toro Rosso, enquanto surpreendentemente a Force India não mostrou o ritmo que resultou em P4s consecutivos nos últimos dois anos.

Perguntado se ele sentiu que P4 seria possível para Renault nesta temporada, Sainz respondeu: “Claro que (quarto) pode ser possível, mas vai ser difícil. O meio do grid, como sempre, tem uma competição muito alta”.

“Nós já vemos carros como Haas e Toro Rosso fazendo tempos de volta muito decentes, então será particularmente difícil, mas vamos tentar”, concluiu.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.