F1 – Sainz: McLaren tem as ferramentas para voltar ao topo

Carlos Sainz

Carlos Sainz diz que a McLaren tem o equipamento para voltar ao topo da Fórmula 1, mas admite que a Mercedes estabeleceu uma referência muito alta. Sainz se junta à McLaren para a temporada de 2019, após passagens pela Toro Rosso e pela Renault.

A McLaren vem enfrentando dificuldades nos últimos anos e não vence uma corrida desde 2012. Depois de uma fracassada parceria com a Honda de 2015 a 2017, optou por abandonar a montadora japonesa e usar as unidades da Renault – no entanto, resultados fortes não se concretizaram em 2019 .

Sainz assume o lugar de Fernando Alonso, que decidiu se afastar da Fórmula 1, e será acompanhado pelo estreante Lando Norris. Mas em meio aos problemas da McLaren, Sainz diz que a equipe já entendeu onde deu errado em 2018.

“Eu não vejo muitas cabeças se coçando”, ele disse. “Eu vejo que eles têm mais ou menos uma imagem muito clara do que aconteceu, por que e a maneira que precisamos melhorar. Então, quando cheguei aqui, eles me fizeram uma explicação e apresentação do que aconteceu. Então, para mim, foi muito positivo ver algumas mentes claras e uma liderança forte para olhar para onde estamos indo”.

“Outra coisa é se vai funcionar ou não no próximo ano, isso não sabemos. Sabemos que temos uma direção, sabemos que temos uma análise, mas vai levar tempo. Isso é tudo o que posso dizer”.

Mas o espanhol está cauteloso com o alto desempenho da Mercedes, vencendo cinco campeonatos consecutivos de construtores e pilotos: “Eu acho que a McLaren tem as ferramentas para voltar ao topo, mas ainda acho que a Mercedes estabeleceu um novo patamar para todos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.