F1 – Sainz está confiante com desenvolvimento da Renault

Carlos Sainz

Carlos Sainz

Carlos Sainz Jr diz que o nível em que a Renault se desenvolveu em 2017 lhe dá grande confiança para a próxima temporada. O espanhol firmou contrato por uma temporada para se tornar o companheiro de equipe da Nico Hulkenberg, como parte do acordo de troca de motores Honda/Renault entre Toro Rosso/McLaren.

Embora a Renault seja apenas sétima no campeonato de construtores no momento, tornou-se um competidor regular pelo top 10 na segunda metade de 2017. “Quando um piloto se torna um piloto de fábrica, é um passo em sua carreira, e isso significa que você agora faz parte de uma organização maciça, não só no automobilismo, mas uma empresa de automóveis”, disse Sainz ao GP Gazette, eMagazine do site Motorsport.com.

“Além disso, é uma fabricante que quer se tornar campeã mundial. Eles querem fazê-lo de médio a curto prazo, e eles confiaram em mim para ajudá-los a fazer isso. Eu vi que muitas vezes a Renault foi a quarta equipe mais rápida deste ano”, comentou Sainz.

“E o que eu também vi é o desenvolvimento que eles tiveram durante a temporada, o que também cria um sorriso no meu rosto, porque eu sei o quanto eles desenvolveram e quanto esforço eles estão colocando em tudo. Eu os acompanho muito bem porque eles também têm a mesma unidade de potência que nós. Conheço o progresso deles”, afirmou.

Sainz acrescentou que guiar para a Renault há muito tempo era um sonho para ele, já que seu primeiro herói Fernando Alonso fez seu nome na F1 na equipe. Em outubro de 2006, Sainz teve a chance de se sentar no carro de Alonso em Barcelona, ​​um dia em que o pai Carlos Sr fez algumas voltas de demonstração.

“Isso é o que me deixa mais feliz”, declarou Sainz. “Estou entrando em uma equipe que é um sonho de infância, uma equipe que está no caminho certo, motivada para avançar, uma equipe que está me procurando desde meados de 2016”.

“Tornei-me fã de F1 por assistir às vitórias de Fernando com a Renault, e me juntar a essa equipe que está evoluindo, como em 2003 e 2004, é uma grande honra para mim. Eu sempre vou agradecer por terem confiado em mim”, explicou o piloto, que reconheceu que entrar no top 3 na próxima temporada não será fácil.

“O próximo passo é o mais difícil, e é por isso que, em 2018, quero ajudá-los a dar o próximo passo. Se for consolidar como a quarta equipe ou ser a terceira equipe, não sei, ainda não falamos sobre isso. Eu quero ajudá-los a marcar tantos pontos quanto possível, e junto com o Nico levá-los ao próximo nível”, concluiu Sainz.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.