F1 – Ricciardo: Temporada de 2018 foi a mais estranha que eu já tive

Daniel Ricciardo

Daniel Ricciardo chamou sua montanha-russa de 2018 até hoje como “a temporada mais estranha que eu tive” enquanto ele se prepara para entrar em suas últimas seis corridas de Fórmula 1 como piloto da Red Bull.

Ricciardo teve um brilho apenas na terceira rodada da temporada, tendo uma vitória sensacional no GP da China, que foi seguido por um desempenho esmagador a caminho de sua primeira vitória em Mônaco no mês seguinte.

O australiano então chocou o paddock anunciando em agosto que deixaria a Red Bull no final do ano para se juntar à Renault em 2019, dando início a uma série de mudanças no mercado de pilotos.

“Tem sido a temporada mais estranha que eu tive em corridas!” disse Ricciardo, analisando seu ano até hoje em uma entrevista ao site da equipe da Red Bull Racing.

“Ganhar duas das primeiras seis corridas é provavelmente o início mais forte que já tive em uma temporada de F1. Depois de Mônaco, eu estava pensando que a temporada parecia muito promissora, e que poderíamos estar com uma chance de lutar pelo título”.

“Eu ainda sinto que estou dirigindo bem e me aplicando corretamente, mas por todas as razões, não funcionou desde então. Minha confiança nunca diminuiu – mas minha motivação e amor pelo esporte tem sido um pouco para cima e para baixo – embora eu tenha a tendência de me recuperar disso rapidamente”.

Ricciardo correu pela Red Bull na F1 desde 2014 e tem laços com o seu programa de automobilismo que remonta a uma década, fazendo com que a sua mudança para a Renault a maior mudança de sua carreira até agora.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Rússia de Formula 1 no próximo domingo!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.