F1 – Renault está ‘carente de recursos’, diz Bell

Renault

Renault

Bob Bell acredita que a Renault enfrentará um longo período de dificuldades na F1 depois de voltar à equipe de Enstone que ele afirma estar “carente de recursos”.

Após um período com a Manor no ano passado como um consultor técnico, Bell deixou a equipe em novembro, antes de uma terceira passagem por Enstone, com a Renault confirmando sua posição como diretor técnico em seu evento de lançamento na quarta-feira.

Pelo que ele encontrou, Bell admite que vá levar tempo para a Renault preparar o seu pessoal e instalações após a aquisição da Lotus em dezembro.

“É uma questão de ‘correr atrás’. Enstone ficou carente de recursos no ano passado, por uma boa razão – e não estou sendo crítico”, disse Bell. “Isso significa que diminuiu a quantidade de pessoal, de recursos físicos, da capacidade, ou seja, manutenção, máquinas, ferramentas, equipamentos de teste”.

“Não foi possível manter tudo no mais alto nível. Então, para Enstone, particularmente no curto prazo, será sobre a construção dessa base de recursos e colocá-lo a funcionar novamente”.

“Fundamentalmente, a estrutura é sólida, e há um bom núcleo de pessoas”.

Diante de uma incrível perda de cerca de 65 milhões de libras em 2013, a Lotus foi forçada a fazer um corte significativo de funcionários, juntamente com outros cortes em outras áreas.

Sua causa não foi ajudada pelas negociações de aquisição com a Renault, que começou no verão passado, resultando em todo o desenvolvimento no carro sendo interrompido.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.