F1 – Renault demorou demais para resolver problemas do motor

Red Bull

A Renault admitiu que demorou demais para identificar os problemas que prejudicaram seu motor no começo da temporada 2015 da Fórmula 1.

“Demorou demais para ser resolvido”, declarou Remi Taffin, chefe de operações de pista da Renault, ao site Autosport. “Deveria ter sido feito para a primeira corrida, mas foi feito para a quinta”.

“Isso ocorreu por causa de algumas mudanças de hardware que fizemos de 2014 para 2015. A área onde realmente não percebemos um problema foi a dirigibilidade entre 8 e 9 mil giros, e foi um problema real durante os testes de inverno”.

“Eventualmente, pensamos que poderíamos contornar isso sem grandes modificações no hardware, mas acabou sendo mais difícil. Então, provavelmente fomos um pouco otimistas demais na solução desse problema”.

Taffin insiste que a Renault escolheu a direção de desenvolvimento correta, apesar de admitir que sua decisão de alterar o hardware não foi das melhores.

“Escolhemos uma maneira de utilizar nosso motor com um exercício de hardware diferente, o que não foi a melhor decisão que já tomamos”, disse ele. “Mas eventualmente fizemos funcionar e isso foi bom, porque conseguimos extrair alguma performance”.

“A outra coisa foi nosso problema de pistão no começo do ano, o que não prevíamos. Havíamos feito o trabalho no dinamômetro e acabamos percebendo, portanto tivemos de solucionar. Mudar o design dessa peça é significativo, então acho que foi a chave”.

“Olhando a temporada como um todo, você diria ‘uau, foi extremamente difícil’, mas provavelmente foram essas duas coisas que fizeram nossa temporada não ser como esperávamos”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.