F1 – Renault avisou rivais em relação à problemas com limite de peso

Motor Renault V6 1.6 Turbo

A Renault avisou suas rivais da F1 em relação ao aumento do peso mínimo dos carros para a próxima temporada, mas revelou que não foi levada a sério.

Em meio aos rumores de que o aumento de 642kg para 690kg não seria suficiente para acomodar os motores V6 Turbo, algumas pessoas se mostraram preocupadas com o futuro dos pilotos mais pesados.

Rob White, diretor da Renault, disse que a montadora francesa já temia problemas com o peso, que teria avisado as rivais e pedido uma revisão na regra, que foi prontamente negada.

Quando perguntado se o problema poderia ter sido evitado, White respondeu: “Depende de quem responderá sua pergunta. Para ser honesto, já faz algum tempo que falamos sobre isso, e que pedimos para que a regra do peso mínimo fosse revisada.”

“Sabíamos que os motores e os carros da próxima temporada seriam mais pesados, e esperávamos um aumento considerável do limite mínimo. Nós recomendamos uma revisão do regulamento, porque sabíamos que o aumento que deram não seria suficiente, mas outras pessoas tinham uma opinião muito diferente sobre o assunto,” completou White.

Se as equipes não chegarem a um acordo em relação ao peso mínimo dos carros de 2014, isso significará que os pilotos mais pesados já entrarão em desvantagem na temporada de 2014. Várias estrelas da F1, incluindo Nico Hulkenberg, pediram para que a categoria desse um pouco mais de atenção ao assunto, para que pilotos mais altos e fortes não sejam prejudicados simplesmente por serem mais pesados.

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.