F1 – Relatos sobre o chassi da McLaren são como “notícias falsas”

McLaren-Honda

McLaren-Honda

A McLaren diz que as impressões de que seu carro de 2017 é nervoso são equivalentes às “notícias falsas”, e culpou a dirigibilidade do motor Honda pelos problemas.

Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne foram observados lutando com o MCL32 durante a primeira semana de testes, com Gary Anderson, consultor técnico do site Autosport, afirmando que “este não é apenas um chassi muito bom sendo prejudicado pelo motor”.

Essa impressão contrariou os comentários da equipe de que o novo chassi vinha proporcionando tudo o que se esperava dele.

Quando lhe pediram para explicar a discrepância entre a declaração da equipe e o que estava ocorrendo na pista, Eric Boullier, diretor de corrida da McLaren, afirmou que as características do novo motor Honda estão tendo um grande impacto.

“Bem, estranhamente, o carro reage bem a quaisquer mudanças que fazemos. Nesse ponto, os pilotos estão bastante satisfeitos”, disse ele. “Eu li alguns comentários e eles são um pouco como as ‘notícias falsas’ de (Donald) Trump (presidente dos EUA) – porque não é só o chassi”.

“Lembre-se que os motores são híbridos, o que significa que, quando você pisa muito cedo no acelerador, há a potência elétrica, que é liga/desliga. Além disso, também temos o turbo – então, dependendo de sua dirigibilidade, também podem ocorrer alguns problemas”.

“Nós tivemos algumas dificuldades com a dirigibilidade, os pilotos perdendo a traseira do carro quando pisam no acelerador, portanto ele parece nervoso. No entanto, não há nada de errado”.

“Problemas de dirigibilidade, pneus velhos sem o aquecimento ideal. Mas o carro que está aqui ainda é a especificação de lançamento, nós testamos pequenas partes, mas não vamos utilizar a especificação completa, que só será vista na Austrália”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.