F1 – Red Bull em silêncio sobre envolvimento em Le Mans em 2021

Red Bull

É “muito cedo” para dizer que envolvimento a Red Bull terá no futuro ao mais alto nível do Campeonato Mundial de Endurance (WEC). Novas regras para a série, incluindo as 24 Horas de Le Mans, foram anunciadas para 2021, em que os hipercarros de produção substituirão os LMP1 como a melhor classe para o futuro.

A Aston Martin, já parceira da Red Bull, confirmou presença. O carro da fabricante britânica será o Valkyrie, que foi projetado pelo designer da Red Bull Adrian Newey.

Mas quanto ao envolvimento da Red Bull no esforço de Le Mans da Aston Martin, o Dr. Helmut Marko está quieto. “É muito cedo para isso”, disse ele ao jornal Salzburger Nachrichten quando lhe pediram para comentar.

De qualquer forma, Fernando Alonso – que venceu Le Mans pela segunda vez com a Toyota – sinalizou sua aprovação das regras de 2021. Ele não vai competir em 2020.

“Eu gosto da nova regulamentação e da ideia com hipercarros”, afirmou ao jornal AS. “A Aston Martin confirmou a sua participação e a Toyota está ficando. Esperemos que outras empresas possam anunciar o mesmo nas próximas semanas”.

“Já disse que minha saída do WEC não é definitiva e que voltarei. No entanto, não sei se isso será em dois, três ou cinco anos”, prosseguiu Alonso.

Alonso poderia voltar a Le Mans com a McLaren, embora Zak Brown admita que a experiência recente da marca com Alonso na Indy 500 foi “terrível”. “Precisamos analisar se temos um bom produto para ele, se isso não nos afeta na Fórmula 1 e se é um bom modelo de negócio para a empresa”, comentou Brown à revista Auto Motor und Sport.

“Estou otimista que a resposta a estas perguntas seja sim. O mesmo vale para a F-Indy, apesar de termos tido uma experiência terrível na Indy, concluiu Brown”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.