F1 – Red Bull detona as loucas regras de motor para 2018

Red Bull

Christian Horner, da Red Bull, diz que seria “horrível” ver o campeonato mundial de Fórmula 1 de 2018 ser decidido pelas penalidades do motor, seguindo a mudança de regras da categoria para três motores por toda a temporada.

Os pilotos receberam uma alocação de quatro unidades de potência em 2017, mas esse número será reduzido para três nesta temporada, com o objetivo de reduzir os custos. Certos componentes do motor serão cortados em apenas duas unidades para todo o ano de 2018, apesar de uma corrida adicional e preocupações sobre o alvo de três motores após uma infinidade de problemas de confiabilidade que atingiram especificamente a Honda e Renault em uma série de ocasiões no ano passado.

Os pilotos da McLaren, Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, tiveram um total de quase 400 penalidades de grid em 2017, provocando um grande número de críticas de fãs e equipes, que culpam o crescente número de penalidades relacionadas ao motor por arruinar o espetáculo e afetar os resultados da corrida.

“Haverá muitas penalidades de grid em 2018”, disse Horner quando perguntado sobre o assunto. “O que você odeia ver é um campeonato decidido em punições de grid. Considerando que teremos três motores em 21 corridas, é realmente maluco”.

“Ao contrário do que Toto [Wolff] diz, seu presidente não executivo [Niki Lauda] estava argumentando que quatro motores no início do ano é uma economia falsa. Esses motores fazem uma turnê mundial, eles estão aqui de qualquer maneira, e para mais corridas, teremos menos motores, como eu digo que sim, é uma economia falsa, e seria horrível ver um campeonato decidido em penalidades de motor”.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.