F1 – Red Bull choraminga pelo domínio da Mercedes

Helmut Marko

O assessor de automobilismo da Red Bull, Dr. Helmut Marko, sugeriu que enquanto sua equipe dominava a Fórmula 1, eles foram foi constantemente prejudicada pelas mudanças de regulamento. E que agora ninguém faz nada para terminar com o domínio da Mercedes.

Antes da sequência de sucesso da Mercedes começar em 2014, a Red Bull tinha sido a força dominante no grid, vencendo quatro campeonatos seguidos entre 2010-2013, com Sebastian Vettel triunfante a cada ano na classificação dos pilotos.

Desde as mudanças dos motores convencionais aspirados para as UPs V6 Turbo Híbridas introduzidos em 2014, a Red Bull raramente apareceu na luta pelo campeonato, se é que o fez.

A Mercedes sobreviveu às mudanças na regulamentação em 2017 e, aparentemente, às mudanças de aerodinâmica deste ano, com um forte GP da Espanha sublinhando a sua força.

“Foi alarmante a rapidez com que a Mercedes estava nas curvas lentas e Monte Carlo consiste quase que inteiramente de curvas lentas”, afirmou Marko ao Salzburger Nachrichten.

“Sabemos onde estamos perdendo tempo. Geralmente não somos mais lentos, mas perdemos tempo em algumas curvas muito específicos, mas igualmente significativas.”

“Quando não éramos quase tão dominantes quanto eles, havia duas ou três mudanças nos regulamentos a cada ano para nos colocar em espera. Mas ninguém parece interessado nisso no momento.”

A maior força da Mercedes, que antes era velocidade em linha reta e agora é em curvas e downforce, sugere que eles continuarão a dominar em Monaco na próxima semana, embora a pista seja tipicamente da Red Bull e Marko continue confiante.

“Damos um passo à frente, mas Mercedes aparentemente deu dois”, disse ele.

“A direção básica está lá, agora temos que continuar lutando.”

“Mas estamos felizes por ter darmos o primeiro passo, nos colocamos à frente da Ferrari, tudo correu bem para Max, que foi o máximo.”

 

AS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.