F1 – Red Bul: “É difícil criticar” o momento de cancelamento do GP da Austrália

Christian Horner

O chefe da Red Bull Racing, Christian Horner, disse que é “difícil criticar” o momento do cancelamento do GP da Austrália, pois “não havia testes positivos” do coronavírus até o resultado dos membros da equipe McLaren.

A Fórmula 1 estava pronta para começar normalmente sua temporada 2020 na Austrália até a noite antes do início do TL1, quando a McLaren anunciou a sua retirada da corrida devido a um membro da equipe ter tido um teste positivo para o coronavírus.

Horner acha que a decisão da F1 e da FIA de cancelar foi a mais acertada, mas que não havia uma razão sólida para fazer isso antes das equipes viajarem.

“Acho que é uma decisão incrivelmente difícil porque estava mudando o tempo todo. Quando chegamos à Austrália ainda não havia testes positivos”, disse ele ao site Autosport.

“Tivemos um teste positivo e, claro, a decisão é não correr de forma alguma. É difícil criticar isso”, opinou o chefe da Red Bull.

“Se o membro da equipe (McLaren) já tivesse com teste positivo antes de viajarmos, o fim de semana inteiro teria sido cancelado antes de acontecer. Claro que é uma pena, mas, no final, é preciso colocar a saúde dos fãs, dos espectadores e das equipes em primeiro lugar”.

Desde o cancelamento da corrida em Melbourne, as etapas seguintes no Bahrain, Vietnã, China (em fevereiro), Holanda e Espanha foram adiadas. o GP de Mônaco também foi cancelado, o que significa que o início da temporada está atualmente marcado para o Azerbaijão, em 5 de junho.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.