F1 – Questionar a velocidade da Honda é “injusto”, diz Binotto

Red Bull

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, se recusou a ecoar as palavras de Sebastian Vettel sobre o surpreendente desempenho do motor Honda no Brasil.

Depois que os rivais questionaram a legalidade da UP Ferrari, Vettel brincou em Interlagos que na verdade é o motor Honda que parece “suspeito”.

E apesar de Pierre Gasly ter sido beneficiado pela confusão no final da corrida, o francês e Max Verstappen garantiram a primeira dobradinha da Honda em décadas.

Porém, Binotto se recusou a fazer acusações contra a fornecedora da Red Bull.

“Eu não sou capaz de explicar o que eles estão fazendo. Só sei como nós trabalhamos”, declarou ele à imprensa italiana em Interlagos. “A velocidade deles foi alta, mas dizer surpreendente seria injusto”.

Binotto ficou furioso por Vettel e Charles Leclerc terem batido no domingo, mas ele também se mostrou animado com o trabalho que a Ferrari fez para diminuir a diferença em 2019.

“Max foi alguns décimos mais rápido, então há trabalho a ser feito. Contudo, nós recuperamos um pouco da diferença do começo da temporada. Nós vencemos quando temos o carro mais veloz e confiável, mas estamos progredindo”.

“Identificamos nossas fraquezas e isso nos dá esperança para o próximo ano. Se analisarmos esta temporada no geral, nós perdemos porque ainda precisamos de alguns décimos”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.