F1 – Pilotos criticam contratação de Carmen Jorda pela Lotus

Carmen Jorda

Alguns pilotos reagiram com consternação à identidade do novo piloto de desenvolvimento da Lotus. A equipe de Enstone anunciou na quinta-feira que a piloto espanhola Carmen Jorda vai participar de GPs em 2015, trabalhando no simulador e até mesmo testando o novo carro E23.

Jorda, cujo pai Jose Miguel também foi um piloto de corridas, já correu na F3, Indy Lights e, mais recentemente na GP3, onde entre 2012 e 2014 terminou o campeonato em 28º, 30º e 29º, respectivamente. “Era o meu sonho guiar um carro de F1 desde que eu era muito jovem”, disse ela. “A união com a Lotus é um grande passo em direção ao meu objetivo”.

No entanto, a notícia de que outra piloto mulher esteja batendo na porta da F1 não desceu bem universalmente. Segundo a agência de notícias Reuters, na pele de seu correspondente Alan Baldwin, no ano passado, Jorda não conseguiu terminar uma única corrida entre os dez primeiros, apesar do mesmo carro de GP3 ter provado ser “vencedor quando colocado nas mãos de Dean Stoneman”.

E Rob Cregan, que foi companheiro de equipe de Jorda em 2012, afirmou no Twitter: “Carmen Jorda não poderia desenvolver um rolo de filme e muito menos um carro híbrido de F1. A F1 é questão de talento e não dinheiro”.

Outro rival de pista de Jorda em 2014, Richie Stanaway, reagiu à notícia também no Twitter, simplesmente com o comentário “LOL”. E Mitch Evans, campeão da GP3 de 2012 e vencedor de corridas na GP2 no ano passado, usou sua identidade no Twitter para dizer à Lotus: “Não é 1º de abril ainda”.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.