F1 – Pagenaud: Montoya vai conquistar antes de Alonso

Simon Pagenaud

Juan Pablo Montoya tem mais chances de ganhar a ‘Tríplice Coroa’ antes de Fernando Alonso, de acordo com o mais recente vencedor da Indy 500.

Simon Pagenaud acredita que seu companheiro de equipe de carros esportivos da Penske, Juan Pablo Montoya, deve completar a trinca das corridas mais famosas antes de Alonso.

Alonso e Montoya estão cada um perseguindo a conquista da ‘tríplice coroa’ de vitórias no GP de Mônaco, 24 Horas de Le Mans e 500 de Indianapolis.

Montoya conquistou sua primeira de duas vitórias no Indy 500 em 2000 e venceu o GP de Mônaco três anos depois. Ele fez sua única aparição em Le Mans até o momento no ano passado, em um carro LMP2 que dificilmente desafiaria a vitória geral. Ele terminou em terceiro na classe, enquanto Alonso conquistou sua primeira de duas vitórias em Le Mans em sua Toyota LMP1.

Alonso também venceu duas vezes em Mônaco. Ele fez uma impressionante estreia em Indianapolis em 2017, liderando 27 voltas, mas não se classificou para o grid quando ele e McLaren retornaram para um esforço solo este ano.

Pagenaud, que venceu a corrida, disse que “provavelmente” Montoya vai ganhar a tríplice coroa antes de Alonso, “porque Juan Pablo está fazendo corridas de carros esportivos em tempo integral lá e ele é muito bom nisso”.

“Juan Pablo é tão bom quanto sempre foi, francamente. Coloque-o em qualquer carro, ele poderá entrar e ser competitivo imediatamente. Ele sabe o tipo de corrida que é, então ele não precisa aprender muito, ele só precisa estar na situação certa. E garanto que ele venceria. Se eu colocá-lo na situação certa, sei que ele poderia fazê-lo, ele o fará.”

“Fernando tem muito mais a aprender. Há muito mais que ele precisa investir, ele precisaria do melhor motor naquele ano, ele precisa dos melhores companheiros de equipe para ajudá-lo, há muito o que fazer, então é muito mais complicado.”

Pagenaud precisou de oito tentativas para vencer a Indy 500. Depois disso, ele quebrou o protocolo indo para a linha de chegada, em vez de Victory Lane, e comemorando diante dos fãs. Ele disse que fez isso para agradecer pelo apoio que haviam demonstrado a ele como piloto estrangeiro.

“Foi intencional comemorar com os fãs. Foi intencional olhar para eles e agradecer pelo apoio. O apoio que tenho em Indianapolis, para um francês, é incrível. Não posso ir a um restaurante, é uma loucura.”

“As pessoas por lá, mesmo sendo estrangeiro, alguns americanos o apoiarão mais do que você apoiaria um piloto americano. É realmente surpreendente. Eu não acho que seja da mesma maneira na Europa. Quero ser muito grato por isso.”

“Tive um apoio tão grande que queria comemorar com eles. Sinceramente, não queria voltar para Victory Lane e parar, queria continuar apenas para aproveitar o momento. É por isso que fiz isso. Na verdade, fui muito bem recebido.”

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.