F1 – Novas regras forçam equipes a dividir o desenvolvimento

Fórmula 1

As equipes de Fórmula 1 serão forçadas a dividir os programas de desenvolvimento porque as mudanças nas regras para 2019 terão um grande impacto nos projetos.

Após a falta de ultrapassagens no GP da Austrália, abertura da temporada, os chefes da F1 e a FIA conseguiram aprovar várias alterações visando ajudar os carros a seguirem uns aos outros mais de perto no próximo ano.

Os ajustes incluem novos conceitos das asas dianteira e traseira, além de mudanças nas bargeboards e conceitos dos dutos de freios. Pode parecer pouco, mas as equipes perceberam rapidamente que o número de partes de seus projetos de 2018 que poderão ser aproveitadas em 2019 é mínimo.

Nick Chester, diretor técnico da Renault, declarou: “Dificultou bastante as coisas porque, se tivéssemos continuado com o mesmo regulamento, você poderia basicamente continuar desenvolvendo seu carro de 2018 e ele seria muito parecido com o de 2019. A separação quase não existiria”.

“Agora, a divisão é realmente definitiva. Qualquer trabalho que você fizer em uma asa de 2018 não será transferido para 2019. Isso mudou nossa filosofia de como lidar com essa separação”.

Além das alterações aerodinâmicas provocarem uma mudança de estratégia nas asas, o aumento do limite de combustível no próximo ano também obrigará as equipes a construir um chassi totalmente novo – algo que a Force India não planejava fazer.

O diretor técnico Andy Green disse: “Com certeza, as mudanças foram muito maiores do que nós prevíamos um mês atrás. Não estávamos sequer pensando em 2019 há um mês porque seria uma continuação do regulamento atual”.

“Então, de repente uma ou duas das equipes decidiram que queriam mais combustível, 5 kg extras. Isso realmente atrapalhou os planos do próximo ano porque significa um novo chassi. Não estávamos planejando construir um chassi novo”.

“As asas dianteira e traseira, os dutos de freios e os chassis novos representam uma quantidade de trabalho significativa para nós. Portanto, já começamos a alocar recursos para isso, o que terá um impacto no que podemos fazer este ano”.

“Não podemos fazer ambas as coisas. Não somos uma equipe grande o suficiente para poder focar esse tipo de projeto sem retirar alguns recursos do carro atual”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.