F1 – Mudanças de 2019 produziram “o pior resultado possível”

Racing Point

As novas regras de 2019 da Fórmula 1 custaram “alguns segundos nos tempos de volta” e produziram “o pior resultado possível” quando a Racing Point completou suas primeiras simulações.

Asas dianteira e traseira simplificadas serão introduzidas em 2019 com o objetivo de melhorar a ação na pista reduzindo a sensibilidade da asa dianteira no ar turbulento e minimizando a dificuldade de seguir outro carro de perto.

Ainda não se sabe se isso resultará em corridas melhores ou mais ultrapassagens, mas Andy Green, diretor técnico da Racing Point, disse que as alterações “relativamente pequenas” tiveram um “grande” impacto no desempenho e no equilíbrio do carro.

“Foi um grande impacto”, declarou ele ao site Autosport. “E quando nos colocamos no túnel de vento pela primeira vez há alguns meses, estamos falando de alguns segundos nos tempos de volta e também um carro desequilibrado. Foi o pior resultado possível”.

“Espero que tenha alguns aspectos positivos em relação a corridas mais disputadas. Nós, como todos os outros, estamos tentando sair do buraco em que saltamos com esse novo regulamento. É significativo e muito próximo de uma mudança completa do carro”.

As equipes previram uma corrida de desenvolvimento no começo de 2019 especificamente na tentativa de recuperar o downforce perdido com os componentes aerodinâmicos simplificados.

Green argumentou que a curva de desenvolvimento é “realmente acentuada” e que eles vêm “trazendo atualizações o tempo todo para tentar acompanhar as alterações no desempenho do modelo” durante o projeto do carro de 2019.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.