F1 – Mercedes não nega rumor sobre Racing Point como “equipe B”

Toto Wolff

Toto Wolff não negou completamente querer fazer da Racing Point uma espécie de “equipe B” semelhante a Haas para a Mercedes.

Surgiu que a Racing Point vai parar de trabalhar no túnel de vento da Toyota em Colônia depois de assinar um contrato de túnel de vento com a Mercedes.

A Racing Point nega que vá tornar-se uma equipe satélite da Mercedes. “O nosso departamento aero está localizado em Brackley, e o túnel de vento da Mercedes está localizado em Brackley”, disse o chefe técnico Andy Green. “É muito mais fácil ir testar em Brackley do que em Colônia”.

Mas Wolff, o chefe da Mercedes, não esconde que o modelo Ferrari-Haas funciona. “Bem, não estamos fazendo um modelo Haas-Ferrari porque a Haas era uma nova equipe, criada do zero. Estes caras (Racing Point) existem há muito tempo”, comentou.

“O nosso modelo é muito diferente. Eles vão usar algumas das nossas infra-estruturas e vamos ver onde isso vai dar nos regulamentos de 2021”, prosseguiu. “Depois, decidiremos em quais das áreas que queremos colaborar e onde é possível, em termos regulamentares”, acrescentou Wolff.

A Racing Point não utiliza apenas um motor Mercedes e um túnel de vento, mas também a caixa de câmbio e o sistema hidráulico. “Acho que isso é tudo o que está sendo discutido para 2021, acho que está tudo na agenda”, concluiu Green. “É aqui que avançamos como equipe, pensando em 2021”.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.