F1 – Mercedes “exagerou” na reação aos problemas de pneus

Mercedes

Conteúdo patrocinado por: selopatrocinio

A Mercedes perdeu terreno na segunda metade da temporada 2013 da Fórmula 1 porque teve uma reação exagerada aos seus problemas iniciais de degradação de pneus, avalia o chefe da equipe, Toto Wolff.

“Olhando para trás, você sempre tende a simplificar demais as coisas”, declarou Wolff ao site Autosport. “Nós tivemos alguns momentos na primeira metade da temporada, corridas bastante difíceis no Bahrain e em Barcelona, uma péssima prova em Nurburgring, onde perdemos terreno, e depois andamos muito bem – portanto, não foi uma metade de ano claramente boa”.

“Mas onde nós erramos foi depois do intervalo de verão, com a introdução dos novos pneus. De um carro que era agressivo demais com os pneus traseiros, nós desenvolvemos as coisas certas para gerenciá-los, então, quando o novo pneu foi introduzido, nós provavelmente exageramos”.

“Nosso carro quase teve um fenômeno Lotus depois disso – era gentil demais com os pneus, não conseguíamos fazê-los funcionar ou aquecê-los apropriadamente. É quando você decide seguir alguns caminhos com o desenvolvimento, e, algumas vezes, precisa voltar atrás. É um processo difícil, e é onde temos de melhorar”.

Wolff disse que o domínio total da Red Bull na segunda metade de 2013 não se deveu apenas ao fato de o pneu revisado ter se adaptado ao carro, mas destacou como a equipe campeã conseguiu reagir bem às mudanças.

“Eles simplesmente tomaram decisões inteligentes. O pneu veio com o que eles haviam vencido o campeonato do ano passado, eles o conheciam muito bem e escolheram o caminho certo. Se uma equipe é completa como a Red Bull, as coisas acabam funcionando”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.