F1 – Marussia “chocada” com alegações sobre o acidente de Bianchi

Jules Bianchi

A Marussia reagiu com irritação às alegações feitas contra a equipe e Jules Bianchi em relação às circunstâncias por trás de seu acidente no GP do Japão.

Várias fontes de mídia relataram que Bianchi não reduziu o suficiente na bandeira amarela antes de sua batida, e que a Marussia havia lhe pedido para forçar ao máximo a fim de permanecer à frente de Marcus Ericsson, da Caterham.

“A Marussia está chocada e furiosa com essas alegações”, afirmou uma declaração da equipe.

“No momento em que seu piloto está gravemente ferido no hospital, e a equipe deixou claro que sua maior prioridade é a consideração por Jules e sua família, ela passa pela angústia de precisar responder os rumores profundamente perturbadores e imprecisões a respeito das circunstâncias do acidente de Jules”.

“Entretanto, considerando que essas alegações são inteiramente falsas, a única alternativa da equipe é esclarecê-las”.

A Marussia disse que uma conferência de mídia de Charlie Whiting, diretor de prova da Fórmula 1, no GP da Rússia confirmou que Bianchi reduziu a velocidade.

Sobre a equipe ter pedido para Bianchi forçar, a declaração disse: “Uma cópia de áudio da transmissão de rádio completa entre Jules e a equipe, e também uma transcrição, foi fornecida pela FIA”.

“A transmissão e a transcrição deixam bem claro que em nenhum momento durante o período anterior ao acidente de Jules a equipe lhe pediu para pilotar mais rápido ou fez quaisquer comentários sugerindo que deveria fazer isso”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.