F1 – Liberty culpa Ecclestone por “drenar” promotores de GPs

Bernie Ecclestone

Greg Maffei, CEO da Liberty Media, culpou Bernie Ecclestone por criar alguns dos problemas que a nova proprietária da Fórmula 1 está enfrentando em suas tentativas de renovar os contratos de certos GPs.

Apesar do novo gerenciamento ter conseguido estender alguns acordos nos últimos dois anos, os contratos dos GPs da Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e México terminam neste ano e ainda não houve nenhuma renovação.

Além das diferenças de opinião em relação às taxas, México e Espanha têm problemas com o financiamento público que vem apoiando as provas até agora.

Maffei disse que Ecclestone, ex-chefe executivo da F1, não facilitou as coisas ao sugerir que as corridas estavam pagando demais sob os acordos que ele próprio havia fechado.

“Bernie fez um trabalho muito bom, provavelmente bom demais, e drenou os promotores”, declarou Maffei em uma conferência do Deutsche Bank.

“Nós estamos sofrendo as consequências, em parte porque somos públicos agora e eles podem ver os preços, e também porque Bernie sugeriu a muitos deles que estavam pagando demais. Isso não ajudou a causa”.

“Exacerbando a situação, há governos que estão tentando retirar os subsídios no México e em outros lugares como a Espanha. Portanto, isso cria alguns desafios”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.