F1 – Kubica: Lesão não é razão para a luta de 2019

Robert Kubica

Robert Kubica negou que sua luta por ritmo em 2019 seja devido a suas lesões permanentes do braço. Até que ele voltou com a Williams este ano, o polonês perdeu oito temporadas completas após grave acidente de rally.

Mas apesar de estarem isolados na parte de trás do grid, Kubica está sendo dominado pelo seu colega de equipe estreante George Russell. “Ele tem um ritmo excelente e é um grande talento”, disse Kubica sobre o estreante de 21 anos.

“Ele tem grande apoio da Mercedes e será capaz de mostrar bons resultados num carro competitivo. De momento não tem tal carro”, prosseguiu o piloto de 34 anos na Áustria.

Quanto a saber se Kubica também poderia prosperar numa Mercedes, o polonês não quis responder. “Uma coisa posso dizer, é que os meus problemas neste momento não têm nada a ver com o meu suposto handicap por causa do meu braço”, explicou ele à Auto Bild.

“Mônaco é um bom exemplo, onde as pessoas disseram que eu não seria capaz de pilotar. Os problemas que tenho são técnicos, não físicos. Mas tenho que conviver com os preconceitos que algumas pessoas têm”, afirmou Kubica.

Um ponto brilhante para a Williams é a velocidade da equipe nos boxes. Na França, os mecânicos fizeram um pit stop de dois segundos, o mais rápido de 2019 até agora. “Pelo menos é algo positivo”, declarou Kubica. “Mas quando você está três minutos atrás… Penso que o objetivo é chegar ao final mais depressa do que os outros”.

Kubica também descartou o impacto na Williams do controverso debate sobre os pneus Pirelli. “Os pneus não são o nosso problema”, acrescentou ele. “Precisamos de um carro mais rápido. Neste momento, não importa quais pneus usamos”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.