F1 – Kubica: Dificuldades com pneus por trás da decisão de escolher Sirotkin

Robert Kubica

A dificuldade de Robert Kubica em se adaptar aos novos pneus é supostamente o motivo da decisão da Williams de escolher Sergey Sirotkin ao lado de Lance Stroll este ano.

O site esportivo polonês Sportowefakty.wp.pl publicou uma entrevista com Andrew Benson da BBC, na qual o repórter da Fórmula 1 ofereceu uma visão sobre o que aconteceu durante o teste de pneus após o GP de Abu Dhabi no final de novembro.

Enquanto os detalhes sobre o desempenho relativo de Kubica e Sirotkin foram escassos, o piloto russo apresentou um resultado superior, e provou ser mais rápido nos novos compostos.

“O principal problema para Robert foi principalmente a velocidade nas voltas “voadoras”, durante as quais o carro tem uma pequena quantidade de combustível no tanque”, Benson é citado pelo Sportowefakty.wp.pl.

“Kubica, em todas as suas tentativas usando os pneus, não pode melhorar significativamente o desempenho. Eu também recebi informações de que o piloto de 33 anos revelou ao seu empresário seus problemas de adaptação aos novos pneus”.

“Não há nada estranho sobre isso. Muitos pilotos de F1 se queixaram dos pneus revolucionários da empresa italiana. Para Kubica, no entanto, o processo de adaptação pode ser um desafio muito mais difícil. Ao contrário do resto dos pilotos, o polonês não dirigiu em nenhuma das últimas seis temporadas desde que a Pirelli se tornou parceira da F1”.

“No final, a Williams em Grove decidiu que Kubica não conseguia fazer o trabalho e que na sua situação atual não há espaço para risco. Daí a escolha de Sirotkin”.

Benson informou na semana passada que a Williams estava atualmente no processo de finalizar o contrato da Sirotkin, com um anúncio devido a qualquer dia.

A causa do piloto russo de 22 anos também foi provavelmente ajudada pelo seu pacote de apoio financeiro, com seus patrocinadores de longo prazo SMP e que valem 20 milhões de dólares.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.