F1 – Japão 2010: Sebastian Vettel vence em dobradinha da Red Bull

f110-vettel-350Domínio da Red Bull no GP do Japão, a 15ª etapa da F1 em 2010. Sebastian Vettel venceu pela terceira vez na temporada, tendo liderado desde a largada e só perdido a ponta momentaneamente após o seu pit stop.

Mark Webber completou a dobradinha. Fernando Alonso, da Ferrari, foi o terceiro colocado. Os três seguem na briga pelo campeonato, com o australiano tendo agora 14 pontos de vantagem para os outros dois, restando três etapas para o encerramento da temporada, 75 pontos em jogo.

As McLarens de Jenson Button e Lewis Hamilton terminaram na quarta e na quinta colocação. O sexto foi Michael Schumacher (Mercedes), seguido por Kamui Kobayashi (Sauber), Nick Heidfeld (Sauber), Rubens Barrichello (Williams) e Sebastien Buemi (Toro Rosso).

Fora Barrichello, Bruno Senna (Hispania) foi o único piloto brasileiro a completar a corrida, em 15º. Lucas di Grassi (Virgin) acidentou-se antes mesmo de alinhar no grid. Já Felipe Massa (Ferrari) bateu após a largada.

Dois acidentes distintos eliminaram quatro carros após a largada. Vitaly Petrov (Renault) e Nico Hulkenberg (Williams) foram os primeiros a sair ainda na reta. Já na entrada da primeira curva, Felipe Massa (Ferrari) foi apertado por Nico Rosberg (Mercedes) e acabou batendo em Vitantonio Liuzzi (Force India).

O safety car foi acionado e só saiu da pista na sétima volta. Ainda em bandeira amarela, Robert Kubica (Renault), que vinha entre as Red Bulls, abandonou ao perder uma de suas rodas traseiras. A essa altura, Vettel liderava, seguido por Webber, Alonso, Hamilton e Button. Schumacher aproveitou a relargada para ultrapassar Barrichello.

Rosberg e alguns outros pilotos de equipes menores aproveitaram o safety car para fazer os seus pit stops. Entre as equipes de ponta, Barrichello parou nos boxes na 20ª volta, seguido por Hamilton (22ª), Schumacher (23ª), Vettel e Alonso (24ª) e Webber (25ª). Button, que largou com pneus mais duros, pode seguir até a 38ª, assim como Kobayashi.

As principais posições seguiram sem grandes alterações, com exceção de Button, que aproveitou-se de um problema no câmbio de Hamilton para ganhar a quarta colocação. Schumacher voltou dos boxes atrás de Rosberg, mas só ganhou a posição do colega quando este perdeu uma roda e bateu na 49ª volta. Outro a abandonar no final foi Adrian Sutil (Force India), que jogou muita fumaça e óleo pela pista.

A grande atração da corrida foi o piloto da casa. Kobayashi ultrapassou Jaime Alguersuari (Toro Rosso) e Adrian Sutil e foi superado por Lewis Hamilton antes de parar nos boxes. Depois, com pneus macios, voltou a superar Alguersuari, com quem até se tocou, e ainda teve tempo para buscar Barrichello e seu colega Nick Heidfeld.

Classificação da prova:

Pos    Piloto            Equipe            Distância
1    Sebastian Vettel    Red Bull-Renault    53 voltas, 1h30m27s323
2    Mark Webber        Red Bull-Renault    a 0s905
3    Fernando Alonso        Ferrari            a 2s721
4    Jenson Button        McLaren-Mercedes    a 13s522
5    Lewis Hamilton        McLaren-Mercedes    a 39s595
6    Michael Schumacher    Mercedes        a 59s933
7    Kamui Kobayashi        Sauber-Ferrari        a 1m04m038
8    Nick Heidfeld        Sauber-Ferrari        a 1m09s648
9    Rubens Barrichello    Williams-Cosworth    a 1m10s846
10    Sebastien Buemi        Toro Rosso-Ferrari    a 1m12s806
11    Jaime Alguersuari    Toro Rosso-Ferrari    a 1 volta
12    Heikki Kovalainen    Lotus-Cosworth        a 1 volta
13    Jarno Trulli        Lotus-Cosworth        a 2 voltas
14    Timo Glock        Virgin-Cosworth        a 2 voltas
15    Bruno Senna        Hispania-Cosworth    a 2 voltas
16    Sakon Yamamoto        Hispania-Cosworth    a 3 voltas
17    Nico Rosberg        Mercedes        a 5 voltas/acidente
–    Adrian Sutil        Force India-Mercedes    a 9 voltas/motor
–    Robert Kubica        Renault            a 51 voltas/roda
–    Nico Hulkenberg        Williams-Cosworth    a 53 voltas/acidente
–    Felipe Massa        Ferrari            a 53 voltas/acidente
–    Vitaly Petrov        Renault            a 53 voltas/acidente
–    Vitantonio Liuzzi    Force India-Mercedes    a 53 voltas/acidente
–    Lucas di Grassi        Virgin-Cosworth        não largou

Melhor volta: Mark Webber, 1min33s474, na 53ª

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.