F1 – Horner minimiza acusações de Verstappen

Christian Horner e Max Verstappen

Christian Horner, chefe da Red Bull, sugeriu que as alegações de fraude de Max Verstappen na Ferrari foram manipuladas pouco depois do GP dos EUA.

Enquanto Lewis Hamilton e Mercedes criavam manchetes na vencendo mais um título, Verstappen foi quem criou as manchetes, dizendo que a falta de ritmo da Ferrari se resumia a trapaça e sendo forçada a mudar o sistema de sua unidade de potência devido às diretrizes técnicas divulgadas pela a FIA.

As críticas em torno desses comentários continuaram no Brasil, com Sebastian Vettel chamando Verstappen de pouco profissional e imaturo por sua reação pós-corrida.

Horner foi questionado sobre os comentários e disse que talvez houvesse alguma manipulação da mídia.

“Acho que os comentários de Max foram feitos … talvez … no momento em que você traduziu do holandês para o alemão para o inglês, algumas vezes o pessoal brinca um pouco com as citações”, disse Horner a repórteres em Interlagos.

Sobre a questão mais ampla da legalidade do motor, Horner também sugeriu que mais diretrizes técnicas poderiam estar a caminho neste fim de semana.

“Sendo um negócio tão competitivo e complicado, as equipes estão continuamente fazendo perguntas ao delegado técnico”, acrescentou Horner.

“Questionar o que é uma interpretação justa dos regulamentos em termos do que é legal e o que não é. Isso acontece no lado do chassi e no lado do motor.”

“É claro que houve alguns esclarecimentos no fim de semana de Austin, mais alguns ontem e talvez mais alguns neste fim de semana.”

“Isso apenas mostra que a FIA está realmente policiando o que é uma UP muito complicada e com grande escrutínio.”

Clique AQUI para apostar no GP do Brasil

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.