F1 – Honda: Integração do motor foi “um pouco agressiva demais”

Red Bull-Honda

A integração do motor Honda foi “um pouco agressiva demais” nos testes de pré-temporada e a companhia japonesa está planejando soluções para o GP da Austrália.

Christian Horner, chefe da Red Bull, elogiou a instalação do motor Honda como “uma beleza” no começo dos testes em Barcelona, enquanto a Honda afirmou que não havia feito isso à custa da confiabilidade.

Nenhuma das equipes da Honda enfrentou grandes problemas na Espanha, mas o diretor técnico Toyoharu Tanabe admitiu ter ficado “nervoso às vezes” com a adaptação da nova parceira Red Bull e da Toro Rosso ao produto de 2019.

Tanabe disse ao site Autosport que não estava “confiante o bastante” no progresso conseguido, apesar da montadora ter tido seu melhor desempenho na pré-temporada desde que retornou à Fórmula 1 em 2015.

“Nós não temos um problema sério com a instalação atual, mas encontramos algumas dificuldades por causa da integração compacta”, declarou Tanabe. “O formato foi um pouco agressivo demais, então precisamos mudar um pouco. Não é uma grande preocupação”.

A Honda aplicou algumas soluções na pista, mas também vai alterar o design na fábrica visando introduzir uma “medida permanente” a tempo para a abertura da temporada na Austrália.

“Até agora, não é sério”, acrescentou Tanabe. “Isso significa que podemos estar prontos para a primeira corrida no que diz respeito aos itens com os quais tivemos problemas aqui”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.