F1 – Honda é contra limite de potência para motores

McLaren-Honda

A Honda acha que seria errado para a F1, introduzir um limite de potência numa tentativa de melhorar a competitividade das fabricantes de motores.

O site Motorsport.com revelou no início deste mês que Bernie Ecclestone sugeriu que uma maneira de ajudar a Honda e Renault a tirar a diferença de suas rivais, seria impedir a Mercedes e Ferrari de desenvolverem seus motores, assim que atingissem certo nível de potência.

Embora esta ideia tão radical ajudasse a Honda a fazer progressos mais rápidos, Yasuhisa Arai deixou claro que não está interessado em rivais sendo prejudicadas desta forma.

“Esta é uma ideia estranha”, disse ele. “Isto não é a F1. Acho que nenhum limite seja o caminho certo”.

A Honda está ciente para o fato de que parte de sua motivação de estar envolvida na F1, é por causa do desafio de engenharia que oferece.

Arai está convencido de que só fazendo progressos genuínos a Honda deve ser recompensada com melhores resultados. É por isso que não quer que as regras mudem.

“Um desempenho melhor não deve ser por causa de novas regras – deve ser pelo nosso próprio esforço”, disse ele. “O objetivo é muito claro: ultrapassar a Mercedes. Ela vai passar para outro nível com mais potência, por isso temos de persegui-la e ir além”.

“Isso é concorrência e é na verdade a F1. É emocionante e desafiadora: eu desejo que possamos alcançá-la e ultrapassá-la em breve”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.