F1 – Hockenheim não está preocupado com GP na Holanda

Hockenheim

Um dirigente do GP da Alemanha disse que não está preocupado com a notícia de que a Holanda possa sediar uma corrida de F1 novamente. O jornal De Telegraaf relata que as conversas entre Zandvoort e Liberty Media estão avançadas e se concentram em torno de um lugar no calendário de 2020.

Mas para Hockenheim, uma corrida na Holanda significa simplesmente competição européia – particularmente quando tantos torcedores holandeses agora participam do GP da Alemanha para ver Max Verstappen.

O chefe de marketing de Hockenheim, Jorn Teske, insiste que não está preocupado. “O Hockenheimring é muito especial e acho que muitos holandeses vão visitar as duas corridas”, disse ele à publicação holandesa Formule 1.

E Teske acha que a novidade de uma prova holandesa vai acabar depois de um ano. “No começo, muitas pessoas iriam porque é especial e a corrida está voltando depois de tantos anos”, disse o oficial de Hockenheim. “Mas esse efeito desaparece a longo prazo. Basta olhar para a Áustria, onde o sucesso se tornou menor com o tempo”.

Teske também alertou as autoridades holandesas a não confiar muito no “fator Max Verstappen”. “É perigoso se o sucesso de um evento depende de um piloto”, finalizou ele.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.