F1 – Hartley: Rumores antecipados foram uma surpresa

Brendon Hartley

Brendon Hartley diz que ficou surpreso após os rumores do início da temporada sobre seu potencial substituto na Toro Rosso. O neozelandês se juntou à equipe júnior da Red Bull no final de 2017.

Apesar de um período difícil de corridas que o levou a receber uma penalidade de grid para cada uma de suas quatro largadas em 2017 devido a uma quantidade excessiva de componentes de motor usados, Hartley foi contratado para 2018 ao lado de Pierre Gasly.

No entanto, não demorou muito para que sua posição estivesse em questão. A Toro Rosso teria se aproximado da McLaren, pedindo que emprestasse seu piloto mais jovem, Lando Norris, pelo restante da temporada. Stoffel Vandoorne também estava ligado ao assento.

Após a conclusão do campeonato de 2018, a Toro Rosso anunciou que Alexander Albon se juntaria a Daniil Kvyat para 2019, com Gasly se juntando à Red Bull. Hartley diz que não é fã do lado político da F1, admitindo que a série traz muito mais pressão.

“Demorei algum tempo para me acostumar com a atenção extra da mídia”, revelou ele em uma entrevista para a Radio Sport da Nova Zelândia. “Eu estava definitivamente preparado para entrar na Fórmula 1 após me envolver na Porsche e LMP2, mas acho que a pressão aumentou mais do que eu esperava em termos de estar sob o microscópio muito mais”.

“Mas fiquei mais e mais confortável com isso durante a temporada”, continuou ele. “Houve rumores muito cedo na temporada, o que foi uma grande surpresa para mim quando eu pensei que tinha assinado um contrato de longo prazo. Eu entrei na parte de trás de um campeonato e depois de apenas duas ou três corridas, havia rumores e muitas perguntas sendo feitas em torno do meu futuro imediato”.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.