F1 – Hamilton domina o GP da Hungria

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton ampliou sua liderança no campeonato mundial de Fórmula 1 com a vitória no GP da Hungria, enquanto Sebastian Vettel sobreviveu a um toque com Valtteri Bottas no fim da prova para chegar em segundo.

Hamilton largou na pole position e não foi seriamente ameaçado em nenhum momento, com Vettel em segundo apesar de ter sido atingido por Bottas quando o piloto da Mercedes tentou dar o troco após ser ultrapassado quando restavam cinco voltas.

Bottas despencou para quinto depois de se envolver em outro toque com Daniel Ricciardo, enquanto seu compatriota Kimi Raikkonen aproveitou e garantiu o último degrau do pódio.

Hamilton tinha mais de seis segundos de vantagem quando fez sua parada e cedeu a liderança a Vettel, mas ele usou seus pneus novos para tirar a diferença e ficar a menos de 10s antes do alemão finalmente entrar a 31 voltas do final.

O tráfego, duas voltas muito rápidas de Bottas e um problema com a roda dianteira esquerda no pit-stop de Vettel permitiu que a Mercedes recuperasse sua dobradinha.

Isso foi crucial porque deixou Vettel preso atrás de Bottas e o impediu de usar seus pneus ultramacios para perseguir Hamilton. Com isso, Raikkonen – que havia feito uma segunda parada e colocado outro jogo de macios – chegou e também entrou na briga pela segunda posição.

Bottas finalmente foi forçado a se defender na curva 1 quando restavam cinco voltas, e Vettel saiu mais forte e se colocou à frente por fora na aproximação da curva 2. Bottas freou tarde demais por dentro, subiu na zebra e atingiu a traseira da Ferrari.

Ele quebrou sua asa dianteira, mas Vettel continuou sem danos, se manteve à frente de Raikkonen e assegurou o segundo lugar, bem distante de Hamilton.

A Mercedes optou por deixar Bottas na pista, mas seus danos o deixaram vulnerável ao ataque de Daniel Ricciardo. O piloto da Red Bull estava passando por fora na curva 1 quando Bottas travou novamente e o atingiu; o incidente será investigado após a corrida.

Ricciardo se aproximou mais uma vez de Bottas e o deixou para trás na saída da curva 1 na última volta, completando uma recuperação impressionante. Ele largou em 12º e caiu para 16º em uma primeira volta caótica na qual ele foi tocado por Marcus Ericsson e ultrapassado por Sergio Perez.

Pierre Gasly obteve um ótimo sexto lugar para a Toro Rosso. O francês superou Carlos Sainz na primeira volta e controlou perfeitamente sua prova para suportar a pressão de Kevin Magnussen (Haas) nos estágios finais.

Fernando Alonso terminou em oitavo após estender seu primeiro stint e superar vários carros que estavam à frente da McLaren no início e foram segurados por Esteban Ocon quando pararam. Sainz e Romain Grosjean completaram os 10 primeiros.

Classificação da prova:

Pos. Piloto Equipe Voltas Tempo/dif.
1 Lewis Hamilton MERCEDES 70 1:37:16.427
2 Sebastian Vettel FERRARI 70 +17.123s
3 Kimi Raikkonen FERRARI 70 +20.101s
4 Daniel Ricciardo RED BULL RACING 70 +46.419s
5 Valtteri Bottas MERCEDES 70 +50.000s
6 Pierre Gasly TORO ROSSO HONDA 70 +1m13.273s
7 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 69 1 volta
8 Fernando Alonso MCLAREN RENAULT 69 1 volta
9 Carlos Sainz RENAULT 69 1 volta
10 Romain Grosjean HAAS FERRARI 69 1 volta
11 Brendon Hartley TORO ROSSO HONDA 69 1 volta
12 Nico Hulkenberg RENAULT 69 1 volta
13 Esteban Ocon FORCE INDIA MERCEDES 69 1 volta
14 Sergio Perez FORCE INDIA MERCEDES 69 1 volta
15 Marcus Ericsson SAUBER FERRARI 68 2 voltas
16 Sergey Sirotkin WILLIAMS MERCEDES 68 2 voltas
17 Lance Stroll WILLIAMS MERCEDES 68 2 voltas
18 Stoffel Vandoorne MCLAREN RENAULT 49 abandono
19 Max Verstappen RED BULL RACING 5 abandono
20 Charles Leclerc SAUBER FERRARI 0 abandono

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.