F1 – Hamilton coloca uma mão no penta

GP do Japão 2018

Com a nona vitória no ano de Lewis Hamilton somada a mais um erro de Sebastian Vettel – que o relegou a P6 -, o inglês está agora muito perto de conquistar seu quinto título na Formula 1.

Hamilton precisa apenas superar Vettel por oito pontos na próxima corrida nos Estados Unidos para conquistar seu pentacampeonato mundial de F1.

Um bom início de corrida de Vettel o havia lançado do oitavo para o quarto, ajudado pelo primeiro incidente do dia de Verstappen com a Ferrari de Raikkonen.

Verstappen perdeu a entrada da chicane e quando voltou à pista bateu de leve em Raikkonen, quando Vettel aproveitou para ultrapassar seu companheiro de equipe..

Houve um safety-car que terminou na na oitava volta, e Vettel atacou Verstappen, que havia recebido uma penalidade de cinco segundos pelo incidente com Raikkonen.

Vettel tentou ultrapassar Verstappen afobadamente por dentro na entrada da Spoon, mas errou a freada e fez um leve contato com o Red Bull, que o tirou da pista e muito provavelmente da disputa pelo título.

Verstappen conseguiu continuar sem perder a posição para Raikkonen, mas Vettel caiu para o fundo do grid.

Apesar da penalidade em razão da batida com Raikkonen lá no começo, Verstappen conseguiu manter o terceiro lugar à frente de Raikkonen, graças à Ferrari ter colocado o finlandês de volta à pista no meio do tráfego após sua troca de pneus.

Isso também permitiu que o segundo Red Bull de Daniel Ricciardo, que havia largado em P15 depois de um problema na classificação, conseguisse também fica à frente de Raikkonen depois de um primeiro stint espetacular na corrida.

A ordem principal se estabeleceu a partir de então, com Hamilton constantemente ampliando sua liderança, com Bottas sob pressão até o final de Verstappen.

Bottas sobreviveu a um erro na ultima curva com seis voltas para o final, o que resultou em ele pular a chicane, para completar a dobradinha da Mercedes pela segunda corrida consecutiva.

Sergio Perez roubou as honras de melhor do resto em P7, após sua equipe ter “assaltado” a Haas e Toro Rosso com uma estratégia melhor.

Ocon não conseguiu igualar o seu companheiro de equipe e terminou em P9, com Carlos Sainz Jr batendo Gasly pelo último ponto depois de o ultrapassar no final.

Isso significa que a Toro Rosso não conseguiu marcar nenhum ponto depois de se classificar em P6 e P7 (por sorte) no GP da casa da Honda. A dura realidade apareceu na corrida.

Apenas três carros abandonaram a corrida – Magnussen, Leclerc, que errou saindo da pista e estragando o carro, e de Nico Hulkenberg, da Renault.

Veja a classificação final do GP do Japão de 2018:

Pos Piloto Equipe – Motor Voltas Diferença
1 Lewis Hamilton Mercedes 53 1h27m17.062s
2 Valtteri Bottas Mercedes 53 12.919s
3 Max Verstappen Red Bull/Renault 53 14.295s
4 Daniel Ricciardo Red Bull/Renault 53 19.495s
5 Kimi Raikkonen Ferrari 53 50.998s
6 Sebastian Vettel Ferrari 53 1m09.873s
7 Sergio Perez Force India/Mercedes 53 1m19.379s
8 Romain Grosjean Haas/Ferrari 53 1m27.198s
9 Esteban Ocon Force India/Mercedes 53 1m28.055s
10 Carlos Sainz Renault 52 1 volta
11 Pierre Gasly Toro Rosso/Honda 52 1 volta
12 Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 52 1 volta
13 Brendon Hartley Toro Rosso/Honda 52 1 volta
14 Fernando Alonso McLaren/Renault 52 1 volta
15 Stoffel Vandoorne McLaren/Renault 52 1 volta
16 Sergey Sirotkin Williams/Mercedes 52 1 volta
17 Lance Stroll Williams/Mercedes 52 1 volta
Charles Leclerc Sauber/Ferrari 38 Abandonou
Nico Hulkenberg Renault 37 Abandonou
Kevin Magnussen Haas/Ferrari 8 Abandonou

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.