F1 – Halo deve aguentar o peso de um ônibus de Londres, diz Allison

Halo na Mercedes

O dispositivo Halo que está sendo implementado em carros de Fórmula 1 em 2018 deve ser forte o suficiente para suportar o peso de um ônibus de dois andares de Londres, de acordo com o chefe técnico da Mercedes, James Allison.

Os carros deste ano incluem uma das mudanças de regras mais significativas na história recente, com o dispositivo de proteção do cockpit sendo colocado acima da cabeça de cada piloto. A nova peça foi um grande desafio para as equipes implementar este ano, pois adiciona peso extra ao corpo do carro, ao mesmo tempo em que oferece oportunidades mínimas para ganhos aerodinâmicos.

“Esta não é uma peça leve, são vários quilos de titânio que precisam ser colocados no carro”, disse Allison. “Há mudanças que precisávamos fazer para acomodá-la para garantir que o peso total do carro ainda ficaria abaixo do limite”.

“Também não é leve porque recebe cargas muito elevadas. Tínhamos que fortalecer o design do chassi para que ela pudesse aguentar aproximadamente o peso de um ônibus de dois andares de Londres, apoiado em cima do halo”.

“Precisamos ter certeza de que seria forte o suficiente para suportar o tipo de evento que foi projetado para proteger o piloto”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.