F1 – Giovinazzi quer provar seu valor

Antonio Giovinazzi

Antonio Giovinazzi, da Ferrari, quer se livrar do rótulo de “piloto de simulador” que tem e provar que é digno de um lugar no grid da Fórmula 1.

Depois de largar nas duas primeiras corridas da temporada de 2017 com a Sauber para cobrir o lesionado Pascal Wehrlein, Giovinazzi ficou restrito a testes e aparições no TL1 com a Ferrari, Haas e a equipe suíça.

Giovinazzi foi elogiado por seu papel, embora menor, na Ferrari nesta temporada, colocando inúmeras horas no simulador para ajudar a preparar o carro para Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

Mas o italiano não quer se tornar conhecido por este papel e, em vez disso, quer mostrar que é capaz de correr no mais alto nível.

“Eu não sou um piloto de simulador – quero estar no carro”, disse Giovinazzi ao site Autosport. “É o meu alvo para o próximo ano. Quero ter a minha oportunidade e ver se estou pronto. Eu quero mostrar que estou aqui porque sou um bom piloto e não [apenas] um piloto de simulador”.

“Eu já sou um cara realmente sortudo. Eu já sou o terceiro piloto da Scuderia Ferrari, onde, para muitos pilotos, talvez seja um sonho. Para mim, quando assinei com a Ferrari, foi um sonho que se tornou realidade”.

“Claro que não estar na pista é muito difícil, mas espero um ano, estou esperando agora, mas, como eu disse, quero apenas a minha oportunidade e mostrar que estou aqui porque sou um bom piloto”.

Giovinazzi foi associado a uma mudança para a Sauber para a temporada de 2019, mas o piloto da Scuderia vai esperar para ver como as outras histórias potenciais de transferência se desenvolvem primeiro.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.