F1 – Frustração de Hamilton não está influenciando a Mercedes, segundo Brawn

Ross Brawn e Lewis Hamilton

Conteúdo patrocinado por: selopatrocinio

A visível frustração de Lewis Hamilton nos últimos GPs não está desmotivando a Mercedes, insistiu Ross Brawn. O piloto inglês não quis “passar a mão” na cabeça da equipe depois de mais uma corrida fraca e dos constantes problemas com os pneus.

Depois de cair da pole position para a quinta posição no Grande Prêmio da Alemanha, Hamilton falou que ainda falta muito para começar a vencer com a Mercedes, apesar das vitórias de Nico Rosberg em Mônaco e Silverstone.

“Seria bom poder voltar a vencer em algum momento, mas não acho que esteja perto de acontecer comigo,” falou Hamilton.

Quando perguntado se este tipo de comentário poderia afetar a moral da equipe, Brawn insistiu que, o que o piloto diz nas entrevistas, não reflete no seu comportamento “construtivo” para com a Mercedes.

“Lewis porta seu coração nas suas luvas, e sempre dá opiniões muito construtivas depois da corrida,” falou Brawn. “Existem “boas” frustrações, e os dois pilotos têm trabalhado bem com toda a equipe.”

O chefe da Mercedes admitiu que só não está tão desapontado quanto seu piloto, por saber das dificuldades que passou em 2012.

“Temos que levar em consideração onde estávamos em 2012. Estamos desapontados porque só conquistamos 12 pontos na Alemanha mas, na segunda metade da temporada passada, nós daríamos tudo por 12 pontos. Ainda estamos em segundo no Mundial de Construtores, e precisamos continuar trabalhando duro se quisermos manter esta posição,” completou Brawn.

 

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.