F1 – Ferrari estava tentando contratar Senna em 1994

Ayrton Senna

Luca di Montezemolo alega que estava conversando com Ayrton Senna a fim de tentar levá-lo para a Ferrari quando ele morreu em 1994.

O presidente da companhia italiana revelou no site da equipe que teve uma reunião com Senna quatro dias antes de sua morte no GP de San Marino. Ele insiste que Senna estava disposto a ir para a Ferrari, e que maneiras de tirá-lo da Williams seriam analisadas.

“Ele queria vir para a Ferrari e eu o queria na equipe”, declarou Montezemolo. “Quando ele estava na Itália para o GP de San Marino, nós tivemos uma reunião em minha casa em Bolonha na quarta-feira, 27 de abril”.

“Ele me disse que realmente apreciava a posição que havíamos assumido contra o uso excessivo de ajudas eletrônicas de pilotagem, que não permitiam que a habilidade do piloto brilhasse. Nós conversamos durante muito tempo e ele deixou claro para mim que queria encerrar sua carreira na Ferrari, tendo estado próximo de se juntar a nós alguns anos antes”.

“Nós decidimos conversar novamente para analisar como poderíamos lidar com as obrigações contratuais dele na época. Ambos concordamos que a Ferrari seria o lugar ideal para ele estender sua carreira, que havia sido brilhante até aquele momento, até mesmo única”.

Montezemolo também prestou tributo ao estilo de pilotagem de Senna.

“Eu sempre apreciei o estilo de Ayrton. Como todos os grandes campeões, ele tinha um desejo incrível de vencer e nunca se cansou de buscar a perfeição, tentando melhorar o tempo todo. Ele era extraordinário na classificação, mas também um batalhador incrível nas corridas, quando sempre lutava com unhas e dentes”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.