F1 – Ex-empresário de Schumacher critica a Mercedes

Michael Schumacher

Michael Schumacher

Conteúdo patrocinado por:

O antigo empresário de Michael Schumacher criticou a maneira como a Mercedes tratou a aposentadoria do piloto alemão. O sete vezes campeão do mundo anunciou sua retirada na última quinta-feira, poucos dias depois da Mercedes confirmar que tinha assinado com Lewis Hamilton para ser companheiro de equipe de Nico Rosberg a partir de 2013.

“Eu preferia que ele anunciasse a sua aposentadoria primeiro, antes da confirmação da contratação de Hamilton. Às vezes até mesmo a reputação de um multicampeão está em risco”, declarou Willi Weber, que duvida que o alemão aceite um cargo de chefia na Mercedes.

Segundo Jean Alesi, Schumacher teve que se retirar por não estar mais tão comprometido em vencer. “Ele veio para se divertir, mas já não tinha a mesma filosofia que têm os jovens que querem ganhar de qualquer jeito. Quando você volta a correr em uma máquina dessas, você tem que fazer todos os sacrifícios para estar no topo”, disse o francês.

Jean Todt, atual presidente da FIA e ex-chefe de Schumacher na Ferrari, afirmou que soube com antecedência da decisão do piloto alemão de se retirar, antes mesmo dos dirigentes da Mercedes. “Foi-me dito sobre a decisão de Michael poucos dias antes. Eu estava preparado quando ele tornou pública (a decisão) e entendi as suas razões”.

 

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.