F1 – Escudo precisa de mais trabalho, diz Horner

Christian Horner

Christian Horner

A Fórmula 1 deve esperar para introduzir o novo sistema de proteção do cockpit “escudo” até que o dispositivo tenha sido totalmente testado e refinado, de acordo com o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner.

Sebastian Vettel, da Ferrari, disse que a capota aberta transparente o deixou tonto quando foi testado brevemente, e pela primeira vez na pista, em Silverstone, na última sexta-feira, no treino do GP da Inglaterra.

O alemão também disse que a visão para a frente não era muito boa, com alguma distorção da curvatura do para-brisas, e ele sentiu seu capacete sendo empurrado para a frente nas curvas.

“Com base nos comentários que eu li de Sebastian, não parece ser muito popular”, disse Horner a jornalistas após a corrida de domingo.

“Parece cedo para esse conceito ser implantado para o próximo ano. Estou certo de que será discutido no grupo de estratégia na quarta-feira”.

O “escudo” foi projetado para proteger a cabeça do piloto de detritos voadores e surgiu como a escolha preferida da FIA após os testes anteriores do conceito “halo” atraírem críticas.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.