F1 – Equipes não querem mais de 21 corridas no calendário

Claire Williams

As equipes de F1 estão no “ponto máximo” em termos de serem capazes de lidar com mais corridas no calendário. Vietnã, e provavelmente também Zandvoort, estão se juntando ao calendário no próximo ano, levantando o espectro de futuros calendários maiores do que os 21 GPs atuais.

“Nossos rapazes já estão indo ao redor do mundo 21 vezes por ano, mais os testes”, disse Claire Williams. “É muito tempo para esperar que as pessoas estejam longe de casa”.

Ela disse que lidar facilmente com mais corridas só é possível para as equipes maiores que “podem pagar” para expandir suas equipes de corrida. “Claramente para equipes menores e independentes, esse é um trabalho muito mais difícil e apenas coloca muita pressão sobre o sistema”, explicou.

Mas até mesmo Christian Horner, chefe da equipe Red Bull, não tem tanta certeza de que ir além das 21 corridas seja uma boa ideia. “21 já é uma grande coisa”, declarou ele. “Eu sinto que ir além disso é um ponto de inflexão”.

Não apenas isso, Horner se preocupa que mais de 21 corridas também sejam demais para os fãs. “Um livro só pode ter tantos capítulos, e o que você não quer é saturação”, concluiu ele.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.