F1 – Ecclestone: Família de Bianchi fará o que tem de fazer

f1-jules-bianchi-marussia

Jules Bianchi

Bernie Ecclestone sente que a família de Jules Bianchi “vai fazer o que eles têm de fazer” no que diz respeito a uma ação judicial sobre a morte de seu filho. Quase 20 meses após o acidente do francês no GP do Japão em 2014, a família decidiu processar o Grupo Fórmula 1 de empresas, a FIA e a equipe Marussia.

Bianchi sofreu uma lesão axonal difusa no cérebro depois de colidir com um veículo de recuperação durante uma corrida molhada no circuito de Suzuka. Ele ficou em coma durante nove meses antes de morrer.

Cartas foram emitidas para as três partes por uma comissão de litígios no Reino Unido, e o escritório de advocacia Stewarts Law cuida do caso. A família está à procura de um pedido de desculpas de todos aqueles contatados, algo nunca oferecido, e afirma que Bianchi foi injustamente culpado no relatório do painel de investigação da FIA sobre a morte de seu filho.

Eles acreditam que outros devem ser responsabilizados, e estão dispostos a levar o assunto através dos tribunais. Uma complicação é que a Marussia está agora nas mãos dos novos proprietários, após ter sido colocada sob administração judicial no final de outubro de 2014.

Quando contatado pelo site Autosport, o ex-diretor esportivo da Marussia, Graeme Lowdon, disse: “Eu já disse no passado que sempre apoiei e irei apoiar a família de Bianchi”.

Este é o primeiro caso em que a família de um piloto falecido opta por processar a FIA e a F1, mas há um precedente em que outras empresas foram declaradas responsáveis por um acidente que resultou em uma morte.

Em 1975, Mark Donohue morreu durante os treinos para o GP da Áustria, após seu pneu dianteiro esquerdo ter explodido em seu carro Penske. Citando negligência, a família processou com sucesso a Goodyear e a equipe, recebendo 9,6 milhões de dólares do Supremo Tribunal dos Estados Unidos após decisão final. Tal caso transcorreu durante 11 anos.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.