F1 – Condenação poderia significar 10 anos de prisão para Ecclestone

Bernie Ecclestone

Bernie Ecclestone está enfrentando a perspectiva de até 10 anos de prisão se for condenado por acusações de suborno na Alemanha. O chefe executivo da Formula 1 foi removido do conselho do esporte após promotores alemães anunciarem que será julgado em abril pela suposta corrupção.

“A pena máxima possível é de 10 anos de prisão”, noticiou o jornal alemão Bild.

O banqueiro Gerhard Gribkowsky já está preso por oito anos e meio por aceitar suborno de Ecclestone, mas de acordo com o juiz, nesse caso, os supostos atos do chefe da F1 são piores. Na verdade, esse mesmo juiz – Peter Noll – também irá presidir o caso Ecclestone. No julgamento de Gribkowsky, Noll alegou que a ‘força motriz’ da corrupção ‘foi o Sr. Ecclestone’.

Por enquanto, o britânico Bernie Ecclestone está aparentemente confiante e alegando inocência, mas ele mesmo admite que a prisão certamente irá acabar com o seu longo reinado sobre a F1.

“Eu não acho que poderia trabalhar muito bem dentro de uma prisão alemã – espero que não tenha que fazê-lo”, ele disse ao jornal Express.

O Dr. Helmut Marko, consultor da equipe de F1 campeã do mundo Red Bull Racing, disse que continua a apoiar Ecclestone.

“Ele deve ser considerado presumidamente inocente”, disse o austríaco à agência de notícias alemã SID. “É claro que não são circunstâncias fáceis, mas até que haja um julgamento, ele permanecerá nosso parceiro”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.