F1 – Comentários pós corrida – Toro Rosso – GP da China 2018

Pierre Gasly

Pierre Gasly, 18º colocado
Foi um fim de semana difícil para nós porque não encontramos velocidade desde a manhã de sábado. Sabíamos que a corrida seria difícil depois da performance que tivemos na classificação, e o carro estava complicado de pilotar. Hoje as coisas não deram certo para nós, então temos muito a analisar entre os dois finais de semana para tentar entender por que fomos rápidos no Bahrain e sofremos em Xangai. Peço desculpas ao Brendon pela batida que tivemos. A equipe me disse que iria trocar nossas posições, então fui por dentro na reta oposta achando que ele me daria espaço. Infelizmente, acho que ele não me viu e não pude fazer nada para evitar o toque. Perdemos muito tempo depois disso. Quebrei minha asa dianteira e a direção entortou no fim da corrida, estava bastante difícil de guiar e não pudemos fazer muito. Temos trabalho a fazer na preparação para Baku. É uma pista que eu conheço, por isso estou ansioso para chegar lá.

Brendon Hartley, não completou
Foi um dia difícil para nós. No começo da corrida, eu não tinha aderência com os pneus ultramacios, o que comprometeu nossa estratégia. Largando perto do final do grid, tentamos alternar estratégias para ter uma chance melhor, mas infelizmente não deu certo. Acho que o acidente com Pierre ocorreu devido a um erro de comunicação. A equipe nos pediu para trocar de posição porque tínhamos estratégias completamente diferentes, então iria deixá-lo passar na saída da curva 14, como fiz no começo da prova. Na segunda vez que tivemos de trocar de posição, eu planejava fazer o mesmo, mas fui atingido por trás. Depois, perto do fim da corrida, tive de abandonar porque a equipe viu um problema com a caixa de câmbio. Foi uma longa tarde.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.