F1 – Comentários pós corrida – Haas – GP da China 2018

Kevin Magnussen

Kevin Magnussen, 10º colocado
Não tive sorte com o safety car. Nossa estratégia estava dando resultado a princípio, mas então o safety car entrou em um momento ruim. Não tivemos a vantagem estratégica que teríamos caso isso não tivesse ocorrido. Não sei se deveríamos ter parado. Foi uma escolha difícil. Só acho que o safety car entrou em um momento bastante inoportuno e nos impediu de marcar mais de um ponto. Ainda está bom, mas esperávamos um pouco mais. É uma longa temporada e esperamos continuar pontuando. Estou orgulhoso de nossa performance como equipe. Precisamos continuar assim.

Romain Grosjean, 17º colocado
Adotamos uma estratégia ousada trocando os ultramacios pelos médios. Infelizmente, o azar continuou me acompanhando porque eu sabia que não iríamos parar depois do safety car no meio da prova – quando eu estava em um stint bastante longo com os médios. Eu sabia que a relargada seria difícil e foi o que aconteceu. Tentei me manter em 11º pelo maior tempo possível, mas as duas Force Indias acabaram me passando. Entramos para colocar outro jogo de ultramacios para as últimas 10 voltas. Foi encorajador, pois a degradação foi muito baixa e o carro estava ótimo. Porém, eu sabia que as coisas seriam bem complicadas após o safety car.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.