F1 – Button aponta quem pode ser melhor que Hamilton

Lewis Hamilton e Jenson Button

Jenson Button e Lewis Hamilton podem não ser os melhores amigos, a julgar pela resposta do ex-campeão mundial de Formula 1 a uma pergunta sobre seu antigo companheiro de equipe no talkSPORT.

Button e Hamilton enfrentaram um relacionamento às vezes gelado durante as três temporadas juntos na McLaren.

Recém-saído da conquista do seu único título mundial de Fórmula 1 com a equipe Brawn GP em 2009, Button chegou à McLaren para o início da campanha de 2010 para formar uma dupla “dos sonhos” britânica.

Button admitiu no passado que sua competitividade talvez impusesse uma barreira entre eles durante o tempo que passaram juntos, com discussões sobre as ordens das equipes e suas respectivas reivindicações por outro título.

Hamilton tinha 23 anos quando conquistou seu primeiro título no campeonato em 2008, mas seus títulos subsequentes só vieram quando ele decidiu trocar a McLaren pela Mercedes cinco anos depois. Uma decisão que na época foi duramente criticada pela maioria dos insiders da F1. O Autoracing foi na contra mão e apoiou aquela escolha de Hamilton.

Enquanto isso, Button não conseguiu vencer um título novamente antes de se aposentar da F1 em 2017, embora tenha terminado como vice-campeão de Sebastian Vettel pela McLaren em 2011.

Desde que se mudou para a Mercedes, Hamilton naturalmente dominou com quatro títulos em seis temporadas. Esse ano ele está muito perto de seu sexto título, o que seria o quinto “prateado”, já que ele tem 64 pontos de vantagem sobre o P2 Bottas, com quatro corridas restantes – e se aproxima de vários recordes de Michael Schumacher.

Button se juntou ao café da manhã esportivo nesta quinta-feira para conversar sobre seu novo livro, ‘Como ser um piloto de F1’.

E perguntado se Hamilton é o melhor de todos os tempos, Button disse: “Ele é muito bom.”

“Fomos companheiros de equipe por três anos e isso serviu para que eu pudesse ver em primeira mão como ele é bom. Sua habilidade natural é fantástica.”

No entanto, perguntado se é possível compará-lo com Jackie Stewart e outros ícones do esporte, ele acrescentou: “Não, você não pode comparar”.

Button foi rapidamente perguntado se seu ex-companheiro de equipe é “um cara legal”, ao qual ele respondeu: “…tantas perguntas!”

“Ele não é então? Tudo bem. Apenas diga, ‘não, eu não gosto dele’, brincou o entrevistador Alan Brasil.

Ao qual Button respondeu com uma risada: “Suas palavras!”

Continuando sua resposta anterior, ele acrescentou: “Você realmente não pode comparar. Ele fez parte de uma equipe que dominou a Formula 1.”

“Adorei assistir à F1 este ano porque Ferrari e Red Bull tiveram chances de vencer corridas e foi incrível assistir, mas durante a temporada a equipe da Mercedes tem sido dominante.”

“Ele faz um trabalho fantástico como piloto, faz o que se espera dele, mas você não pode compará-lo com pilotos de uma época diferente. Era um esporte diferente, naquela época.”

Button também acredita que há um piloto no atual circuito de F1 que pode se tornar melhor que Hamilton e pode ser o mais rápido que o esporte já viu: Max Verstappen, da Red Bull.

“Acho que ele é o piloto mais rápido que já dirigiu um carro de F1, eu realmente acho”, acrescentou o britânico sobre o “piloto especial” de 22 anos de idade.

O holandês tem um total de sete vitórias em seu nome, com seis pódios nesta temporada.

“Acho que ele é incrivelmente rápido”, disse Button. “Antes deste ano, ele cometia alguns erros, como seria de esperar de um jovem piloto, mas agora ele está fazendo um trabalho muito fantástico.”

“Eu realmente acho que ele é muito especial.”

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.