F1 – Brawn: Briatore não descobriu Schumacher

Michael Schumacher no GP da Bélgica de 1994

Ross Brawn revelou que a história de Flavio Briatore ter descoberto Michael Schumacher é um pouco exagerada. Pouco se sabia sobre Schumacher até que ele fez sua estréia em Spa em 1991, onde largou em sétimo.

Brawn revelou que Briatore não tinha visto o alemão correr até sua estréia impressionante: “O problema é que tínhamos dois pilotos nos carros (Moreno e Piquet) e a Jordan tinha uma vaga sobressalente, e estávamos tentando convencer Flavio de que deveríamos ser drásticos na mudança, mas ele não estava convencido porque não sabia nada sobre Michael Schumacher”, disse Brawn ao podcast Beyond the Grid.

“É claro que quando Michael apareceu em Spa e fez a performance ele se convenceu, acho que a história do ‘Flavio descobrindo o Michael Schumacher’ é um pouco exagerada. Tom e eu já estávamos na Benetton e estávamos desesperados para colocá-lo no carro porque sabíamos o quanto ele era bom”, lembrou.

Após a sua estreia na Bélgica, Schumacher assinou com a Benetton e conquistou dois títulos mundiais em 1994 e 95, e Brawn refletiu sobre seus primeiros dias com a equipe.

“Ele estava bem equilibrado com confiança suficiente para fazer você sentir que ele poderia fazer o trabalho, mas não excessivamente confiante. Muito curioso e muito interessado em aprender”, adicionou Brawn, agora chefe esportivo da F1.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.